segunda-feira, 25 de junho de 2007

Queda do dólar aquece turismo na fronteira do Acre

Com o dólar cotado abaixo de dois reais, o comércio não pára de crescer na zona franca de Cobija, na Bolívia. Consumidores de todas as partes do estado e de diferentes regiões do país vão à capital do departamento de Pando para comprar. Durante uma viagem de uma semana ao lugar, que fiz de férias com a família, conversei com turistas do nordeste e até da Espanha. Todos fizeram questão de destacar os baixos preços e a qualidade dos produtos comercializados em Cobija.

Mas, apesar de ainda não serem zona livre de comércio, Brasiléia e Epitaciolândia também se beneficiam diretamente com a presença dos turistas. Com uma boa rede hoteleira, e restaurantes que oferecem o melhor da culinária regional, às duas cidades são endereço certo para quem visita a região do Vale do Acre.

Como bom acreano, visitar o interior do Acre para mim é sempre motivo de orgulho. Porque as cidades estão cada vez mais belas, onde prevalece a tranqüilidade e a auto-estima de seus moradores




Um comentário:

Leila Ferreira disse...

Que legal ver fotos de minha cidadeBrasiléia em seu Blog belas fotos.
Hum, as ferias acabaram kkkkk.