terça-feira, 8 de abril de 2008

Fábrica de preservativos de Xapuri é modelo de desenvolvimento sustentável


Inaugurada com o que há de mais moderno em tecnologia no país, ao custo de 30 milhões de reais com recursos da Suframa, Governo Federal e BID, a fábrica de preservativos masculinos é de Xapuri é hoje uma referência de desenvolvimento sustentável para a Amazônia. Cerca de 700 famílias de seringueiros foram capacitados para atender as exigências técnicas do projeto. Eles vendem o látex extraído da Reserva Chico Mendes e com isso mantém a floresta preservada. A fábrica também gera 150 empregos diretos e matém uma capacidade de produção anual de 100 milhões de camisinhas.
Um convênio assinado entre o Monistério do Meio Ambiente no valor de 22 milhões de reais garante a compra antecipada da produção. O estoque vai atender as campanhas de combate às DSTs e AIDS do Governo Federal. Quando estiver em pleno funcionamento, a indústria vai produzir 300 milhões de unidades de camisinha. A fábrica foi inaugurada pelo governador Binho Marques (dia 7 de abril), Ministra do Meio Ambiente Marina Silva, Secretário Nacional de Vigilância em Saúde, Gerson Penna, o vice presidente do Senado, Tião Viana, e o ex-governador do Acre, Jorge Viana.

2 comentários:

RAMOSFOREST.ENVIRONMENT disse...

Noticias e informações interessantes.

Anônimo disse...

Achei ótimo pois me ajudou muito no trabalho do curso de gestão ambiental.