sexta-feira, 8 de outubro de 2010

Com seca, rios da Amazônia ainda têm nível de água baixo

O nível dos rios da Bacia Amazônica ainda estão baixos mesmo com a volta da chuva nos últimos dias, que não conseguiu interromper o ciclo de vazante.

Em Tabatinga, no Amazonas, o nível do Rio Solimões baixou 17 centímetros, 14 a mais do que a mínima já registrada no local.

"Hoje, todos os rios do Amazonas ainda estão em processo de vazante", diz Marco Oliveira, superintendente do Serviço Geológico Brasileiro (CPRM).

Segundo ele, a tendência ainda é de descida do nível de água nos rios do Alto Solimões. "A previsão do término da vazante é no início do mês de outubro para a região de Tabatinga e as regiões do Alto Ipurus e alto Juruá. Para o Rio Negro, em Manaus, isso só acontecerá depois do dia 15 de outubro", diz ele.
 
A baixa também deve afetar os municípios do Médio Solimões, como Fonte Boa, Tefé, Amaturá e Coari. Em Manaus, o Rio Negro também baixou: são 14 centímetros a menos desde a última medição, feita na segunda-feira (6). O nível atual é de 16,24 metros. A mínima histórica foi registrada em 1963, quando o Rio Negro atingiu a marca de 13,64 centímetros.

A situação atual pode ser avaliada por meio da régua da estação hidroviária do Porto de Manaus. Já não é possível medir o nível do rio no lugar. "Daqui a um ou dois dias, essa parte estará já em terra. Então, nós vamos ter que fazer um trabalho de limpeza e escavação para que essa água alcance a régua e dê pra fazer a medição", diz Valderino Pereira, engenheiro do Porto de Manaus.

Um comentário:

winner disse...

I'm appreciate your writing skill.Please keep on working hard.^^